sexta-feira, 15 de julho de 2016

Novo vigário episcopal do Vicariato Leopoldina




   O padre Alberto Gonzaga de Almeida é o novo vigário episcopal do Vicariato Leopoldina, sucedendo o padre Alex Siqueira, que estará nos próximos cinco anos em missão no Canadá, na Arquidiocese de Edmonton.
   “Sei que a nova missão vai exigir muito, mais encontros, reuniões e planejamentos. A paróquia acaba sofrendo um pouco por causa da ausência, mas o povo vai entender a necessidade. É uma ausência que gera outros compromissos em favor da Igreja diocesana”, disse.
   O padre Alberto será apresentado para os fiéis, agentes pastorais e sacerdotes do Vicariato Leopoldina neste domingo, 17 de julho, às 9h, na Paróquia São Rafael Arcanjo, em Vista Alegre, onde é pároco, durante missa presidida pelo Cardeal Orani João Tempesta.
   Recordando a passagem bíblica da Carta aos Hebreus (Hb 6,19), que diz que a esperança é a âncora da alma, ele contou que quer “exercer seu novo ofício com muita esperança, preso à verdadeira âncora que é Cristo, caminho, verdade e vida”.
   Animado com a nomeação, acrescentou que irá se empenhar para servir, em unidade, os sacerdotes que trabalham no vicariato, junto ao governo diocesano.
   “Sou um sacerdote como os demais, nada mais, nada menos. Eu sou um entre eles. Agora, como a missão de ser o representante de todos junto ao governo diocesano e também ser no meio deles a presença, o desejo e o agir do arcebispo”, frisou.
   O novo vigário episcopal tem muita ligação com o Vicariato Leopoldina. Ele nasceu, viveu e trabalha até hoje. Já exerceu o ministério na Paróquia São José Operário, na Maré, na Paróquia Santa Edwiges, em Brás de Pina, e atualmente na Paróquia São Rafael, em Vista Alegre.
   “Sou nascido no Vicariato Leopoldina, e nele trabalho desde seminarista. É um lugar que conheço bastante. Em unidade, vou trabalhar junto ao povo para que o Reino de Deus aconteça”, finalizou.

Fonte: ArqRio
Foto: Gustavo de Oliveira

sábado, 2 de julho de 2016

Campanha do Agasalho



   Com a chegada do inverno, a queda de temperatura agrava o sofrimento das pessoas que vivem nas ruas ou que não possuem recursos para comprarem agasalhos e cobertores. Quem  vive nas ruas se vira como pode nessa época para se manter aquecido, mas o rigor deste inverno na cidade do Rio de Janeiro torna essa tarefa bem mais difícil.
   Em consequência do frio, cresce o número de atendimentos realizados nas paróquias da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro e também pelos grupos, movimentos e pastorais sociais que também atuam nos vicariatos territoriais.
   Considerando a extrema necessidade de quem passa frio nas ruas, o Vicariato para a Caridade Social fará ainda este mês o lançamento de uma campanha de recolhimento de agasalhos e cobertores, que terá como ponto de coleta todas as paróquias da arquidiocese. Neste mês de junho, a Igreja do Rio de Janeiro escolheu meditar sobre a quarta obra de misericórdia corporal: “vestir os nus”.
   A celebração do Ano Santo convida a todos os homens ao exercício efetivo da caridade. Neste sentido, o Papa Francisco indicou as obras de misericórdia corporais e espirituais como caminho privilegiado para a reflexão e a atuação dos cristãos diante das vicissitudes terrenas do mundo. Através delas, podemos penetrar no coração do Evangelho e despertar nossa consciência do sono da indiferença, da omissão e do egoísmo.
  Para o padre Marcos Vinícius, vigário episcopal adjunto do Vicariato para a Caridade Social da Arquidiocese, a campanha será mais uma oportunidade de aprofundar uma experiência concreta de fé, sinal da presença misericordiosa do Pai junto aos mais pobres e excluídos de nossa cidade:
   "Essa campanha é uma forma estarmos em permanente sintonia com o espírito desta Ano Santo Jubilar dedicado à misericórdia e aprofundando essa rica experiência que nos concede o Santo Padre, o Papa Francisco, de aprofundar essa experiência de amor misericordioso do Pai para com os pequeninos e pobres. E em meio a realidades tão contrastantes existentes em nossa cidade, o Cardeal Dom Orani tem feito um empenho pessoal para assistir os que sofrem e nos exorta a estarmos junto aos que padecem para sermos sinais do amor misericordioso do Pai", afirmou o sacerdote.
  A campanha contará com o apoio de todos os vicariatos da arquidiocese e será amplamente divulgada pelo sistema de comunicação da Arquidiocese e pelas mídias sociais católicas. A Catedral Metropolitana de São Sebastião, no Centro do Rio, será o principal ponto de coleta da campanha em virtude da demanda de atendimento prestado à população em situação de rua.
 Informações de como colaborar com a campanha podem ser obtidas através do e-mail vicariatosocialrj@arquidiocese.org.br ou pelo telefone 2292-3132, ramal 332.

domingo, 26 de junho de 2016

Dom Paulo Cesar Costa é nomeado Bispo de São Carlos


Ao caríssimo irmão
D. Paulo Cezar Costa
Bispo nomeado de São Carlos
 
Paz!
    Hoje é anunciada a nomeação de D. Paulo Cezar Costa como o novo Bispo Diocesano de São Carlos, no Estado de São Paulo, Regional Sul 1 da CNBB, Província Eclesiástica de Campinas.
    A nossa Arquidiocese acolhe com carinho essa nomeação feita pelo Papa Francisco, transferindo o nosso irmão bispo, até agora nosso auxiliar e titular de Esco. D. Paulo, com 49 anos de idade a completar em 20 de julho, 24 de sacerdócio a 5 de dezembro e 5 de episcopado já comemorados no dia 5 de fevereiro, assume uma nova missão na Igreja.
    D. Paulo optou por residir junto conosco nestes anos em que pudemos estar juntos, compartilhando as buscas e soluções para o nosso trabalho pastoral nesta grande cidade. Sua capacidade de estudos e seu trabalho de professor universitário nos ajudaram nestes anos de serviço apostólico. Foi grande sua missão durante a Jornada Mundial da Juventude, além de todos os trabalhos pastorais assumidos tanto na Arquidiocese, como no Regional Leste 1 e também na CNBB.
   A missão na JMJ é um capítulo à parte e merece muitas considerações. Mas entre todas é justamente a conclusão que tiramos de todos os nossos trabalhos e lutas durante esse grande evento: vimos Deus agir. E para aqueles que viram por dentro todas as questões muito mais ainda. Muito obrigado, D. Paulo, pela sua unidade e partilha durante esse grande e belo momento em nossa Igreja, que comoveu não apenas os jovens, mas a todos de perto e de longe.
    Os vicariatos que esteve acompanhando, assim como os demais trabalhos puderam sentir sua proximidade com as dificuldades e soluções das questões, e foi um membro participativo e opinativo de nossas reuniões de governo e de episcópio. Muito contribuiu com a nossa missão no pastoreio do Rio de Janeiro.
    As iniciativas pastorais, educacionais e culturais, como o trabalho missionário e o pátio dos encontros foram algumas de suas marcas na colaboração da presença da Igreja na grande cidade.
    A presença no Regional Leste 1 na comissão para os ministérios ordenados, OSIB e pastoral universitária marcaram sua presença na animação e incentivo desses trabalhos específicos.
    Talvez uma missão não muito conhecida, mas de especial importância foi na área mais administrativa, com a presidência da comissão de recuperação do nosso patrimônio, acompanhamento da administração, economato e departamento jurídico da Arquidiocese.
    D. Paulo Cezar Costa, muito obrigado, em nome de nossa Arquidiocese, pela sua dedicação, unidade, interesse e missão alegre.
    Agora seus olhos se voltam para o centro do Estado de São Paulo, que tão bem conheço, pois minhas origens estão ali próximas, na Diocese de São João da Boa Vista, e pela missão que desempenhei na Diocese de São José do Rio Preto, que, antes da criação da Diocese de Catanduva, fazia limite com São Carlos. Ali foi minha passagem de muitas viagens tanto para o sudoeste de São Paulo na época da vida monástica, assim como para a capital, na época do bispado de Rio Preto.
    Será o 7º Bispo Diocesano de São Carlos nestes 108 anos de criação da Diocese. Ela foi criada por um santo: São Pio X! Leva o nome de outro grande santo, que marcou a história da Igreja: São Carlos Borromeu. Terá uma bela e importante missão como bom pastor do povo que lhe está sendo entregue, juntamente com os padres, diáconos, religiosos, religiosas, seminaristas, consagrados, consagradas e, em especial, os cristãos leigos e leigas que levam adiante com entusiasmo a vida como Igreja que anuncia a misericórdia do Senhor.
    Irá iniciar a sua vida de Bispo Diocesano dentro do Ano da Misericórdia, jubileu extraordinário proclamado pelo Papa Francisco e que tanto bem tem feito à Igreja. Que seja também sua missão assim marcada por essa experiência misericordiosa.
    Tenha certeza de que nós o acompanharemos com nossas orações e unidade. Estou convicto de que sempre saberá encontrar aqui em nossa casa o seu lugar de irmão querido, e que sempre se sentirá em sua casa e sua família. Como o senhor conhece a nossa realidade, peço que reze por nós e por nossas necessidades.
    Tenho plena convicção de que o Senhor conduz a História, e, assim como nos conduziu até aqui, irá conduzi-lo em seus novos caminhos.
    Que o Senhor o sustente, ilumine, conduza, guarde, proteja e lhe dê a sabedoria necessária para servir ao seu povo com alegria, e conduzir a todos pelo caminho da santidade.
 
Orani João Tempesta, O. Cist.

Inscrições abertas para a catequese infantil


Inscrições para catequese:
Dias 03/07, 10/07 e 17/07 - 09h30 às 11h, com Amália e 10h30 às 11h com Sônia Bispo.


Documentos necessários:
xerox da certidão de nascimento, xerox da lembrança do Batismo e uma foto 3x4.

Palestra sobre Primeiros Socorros


BIODANZA informa:
Palestra sobre Primeiros Socorros, com o Grupo do Sesc
Orientações sobre parada cardíaca e respiratória
DIA: 13/07/16, às 14h30, no salão paroquial, segundo andar.
Confirmar presença com Paulo Laurindo: 96433-5097

Minha família - casa de misericórdia


Tem novidade na Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt. As famílias são convidadas a se reunirem com seus missionários para alguns encontros de espiritualidade e formação. Serão quatro encontros de formação e diálogo e um quinto encontro de oração, com a adoração e bênção eucarística. Dias 07, 14, 21 e 28 de Julho e 04 de Agosto, 17h, na igreja matriz.

Mater Ecclesiae e Luz e Vida


Feijoada


Chá da Vovó e do Vovô


domingo, 24 de janeiro de 2016

Santa Missa de Envio do Seminarista Yure Alves


Festa do Padroeiro

Já se encontra a venda o primeiro lote de ingressos para a Festa do Padroeiro, com a presença da Banda Hagudéni. Garanta já o seu na secretaria paroquial... Ingressos limitados!!!!